Na carta, Madonna ainda faz críticas a Whitney Houston e se compara a músicos negros eclipsados por Elvis Presley

A atriz Sharon Stone perdoou a cantora Madonna após o vazamento de uma carta da popstar a chamando de medíocre. O texto escrito a mão é datado do início dos anos 90 e direcionado ao ator John Enos. Stone utilizou sua conta no Facebook para expressar seus sentimentos em relação à carta e deixar público que não sente qualquer mágoa da cantora. “Eu te amo e te adoro”, escreveu a atriz em seu texto nas redes sociais.

“Querida Madonna”, começa a mensagem compartilhada por Sharon Stone. “Primeiramente, acho um absurdo que alguém esteja publicando suas cartas pessoais. Por isso, respondo em público. Saiba que sou sua amiga. Já desejei ser uma estrela do rock em alguns momentos privados…já me senti medíocre como você descreveu. Nós sabemos, como apenas aqueles que sobreviveram por tanto tempo, que respeitar a nossa mediocridade é a única forma de nos fortalecermos, para nos tornarmos o que somos. Eu te amo e te adoro, não fico chateada por qualquer invasão pessoal. Sharon”, finaliza a atriz.

Na carta vazada na internet, Madonna expõe seus dramas ao ser comparada constantemente com outras colegas de fama. “É frustrante ler que a Whitney Houston tem a carreira musical que eu gostaria e que a Sharon Stone tem a carreira de atriz que jamais terei”, escreve a cantora. “Eu preferiria morrer antes de ser elas, elas são horrivelmente medíocres”, afirma.

O texto também chama atenção por Madonna se comparar a músico contemporâneos de Elvis Presley que não foram devidamente reconhecidos. “Talvez tenha sido assim que as pessoas negras tenham sentida quando o Elvis finalmente se tornou grande”, diz. A cantora ainda não se pronunciou publicamente a respeito do vazamento da carta e também ainda não respondeu ao comentário de Stone.

Fonte: Monet

Comentários

comentários